X

UFPR apresenta Plano de Mobilidade Urbana de Pontal do Paraná

Quinta-feira, 28 de maio de 2020

Visualizada 132 vezes


O município de Pontal do Paraná deu um passo importante para a elaboração de um Plano de Mobilidade Urbana. A Prefeitura do município firmou uma parceria com a Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná (FUPEF), por meio do Instituto Tecnológico de Infraestrutura de Transportes (ITTI) e do Laboratório de Infraestrutura de Transporte e Obras Portuárias (LABITOP), ambos vinculados à Universidade Federal do Paraná (UFPR), a fim de traçar um panorama que norteie a elaboração do plano de mobilidade.

 

Nesta última quarta (27), aconteceu a primeira reunião, onde foi discutida a primeira etapa do projeto, que será dividido em três etapas.

 

O plano é um instrumento de planejamento de transporte de curto, médio e longo prazo, composto de metas que orientam o desenvolvimento do município conforme diretrizes estabelecidas pelo Governo Federal. Desde 2012, quando foi promulgada a Lei 12.587/12 que trata da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), passou a ser obrigatória a elaboração do Plano de Mobilidade por todos os municípios com mais de 20 mil habitantes, cidades turísticas ou com características previstas na forma da lei.

 

O projeto foi realizado entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, onde foram incluídas entrevistas de opinião com usuários do transporte público e ciclistas, e levantamentos de campo por meio de contagens de tráfego, simulações e projeções. Para as contagens, por exemplo, foram instaladas câmeras ao longo dos pontos de interesse (com posterior contagem via software desenvolvido pela UFPR), e realização de contagens manuais utilizando uma equipe de campo.

 

O material produzido e os resultados obtidos servirão para embasar o diagnóstico da mobilidade urbana, bem como as propostas, medidas e ações futuras no município.
Entre os problemas observados em Pontal do Paraná, destacam-se a alta incidência de acidentes de trânsito, ausência de infraestrutura adequada para ciclistas e o congestionamento em horários de maior trânsito e durante a alta temporada. A projeção futura sobre a qualidade do serviço oferecido pela rodovia PR-412 até o ano de 2029, que se mostra insuficiente se nada for feito, também foi apontada.

 

Departamento de Comunicação/PMPPR

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-feita: FECHADO PARA ATENDIMENTO AO PÚBLICO - TRABALHOS INTERNOS - 08H ÀS 17H00
REDES SOCIAIS