• Rodovia PR-407, Km 19, 215 - Praia de Leste
  • (41) 3455-9600
  • prefeitura@pontaldoparana.pr.gov.br Telefones Úteis

  • HORÁRIO DE ATENDIMENTO: DE SEGUNDA A SEXTA DAS 08H00 ÀS 12H00 E DAS 13H30 ÀS 17H00
  • CURSO PARA COMBATER O RACISMO É MINISTRADO PARA FUTUROS PROFESSORES DE PONTAL DO PARANÁ

    Sexta-feira, 05 de agosto de 2022

    Visualizada 89 vezes

    Luiz Michelin Junior - Imprensa


    O projeto Afrolip (Afrodescendentes do Litoral Paranaense) prevê a desconstrução do racismo a partir da educação infantil, começando pelos CMEIs (Centro Municipal de Educação Infantil), promovendo a formação dos professores e educadores que estão no dia a dia das crianças, para que se construa nelas a identidade da criança negra, da criança indígena, da criança quilombola, trabalhando toda a diversidade de etnias desde a infância.

     

    O projeto foi iniciado em 21/06/21 por conta da criação do conselho de igualdade racial, criado em 2018. E em 23/06/21 foi criado o dia da Consciência Negra de Pontal do Paraná.

     

    A professora, doutora, Edicélia Maria do Santos de Souza, idealizadora do Afrolip, esteve no dia 22/06/22 com o Chefe do Núcleo Regional de Educação de Paranaguá, Adauto Felix Santana (responsável pela educação no litoral paranaense), para lhe apresentar o Projeto e sugerir um curso para os alunos do curso de Magistério do Colégio Estadual Paulo Freire do balneário Praia de Leste.

     

    A Dra. Edicélia acredita que treinando os futuros professores da rede municipal e estadual de ensino eles tenham condições de desconstruir o racismo em sala de aula, desde a educação infantil nos CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil) até o ensino superior. Ela relata que a esperança é que as crianças cresçam com a conscientização de que todos somos iguais em quase todas as nossas vontades e necessidades, que somos diferentes apenas em nossas características.

     

    O curso é uma parceria da Prefeitura Municipal de Pontal do Paraná com o Núcleo Regional de Educação de Paranaguá, que autorizou o curso. A doutora então apresentou o Afrolip para a diretoria do Colégio Paulo Freire e posteriormente visitou as salas do ensino médio de magistério para apresentar o curso e inscrever os alunos. Mais de 30 alunos aderiram ao curso.

     

    Eles irão aprender a trabalhar com a temática afro-brasileira, iniciando pelo conhecimento da Implementação da Lei 10.639/2003 e 11.645/2008, que tratam da obrigatoriedade do estudo da cultura afro-brasileira e africana, como conteúdo em todas as disciplinas do currículo escolar desde as séries iniciais até o ensino superior.

     

    O curso tem 60 horas de duração. A aula inaugural foi realizada no último 03/08/22, com a presença da diretoria do Colégio Paulo Freire, Tatiane Navroski, A Diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Maria Wandelcy Bim Rodrigues e a Vice-Prefeita e Secretaria de Assistência Social, Patricia Millo Marcomini.

     

    As aulas serão uma vez por mês, de forma online e os estudantes terão um grupo para receberem o conteúdo e também uma sala virtual para sanarem suas dúvidas e conferirem seus materiais.

     

    A primeira aula será ministrada hoje (05/08/2022), às 18h, com duração de uma hora e meia. Elas serão mensais e também acontecerão nas seguintes datas: 02/09/2022, 07/10/2022 e 18/11/2022.

     Outras Notícias