• Rodovia PR-407, Km 19, 215 - Praia de Leste
  • (41) 3455-9600
  • prefeitura@pontaldoparana.pr.gov.br Telefones Úteis

  • HORÁRIO DE ATENDIMENTO: DE SEGUNDA A SEXTA DAS 08H00 ÀS 12H00 E DAS 13H30 ÀS 17H00
  • CRIANÇAS VISITAM O PROVOPAR E TÊM CONTATO COM OFICINAS E A CULTURA CAIÇARA

    Quarta-feira, 11 de maio de 2022

    Visualizada 141 vezes

    Luiz Michelin Junior - Imprensa


    Na manhã de hoje (11/05/22) o Provopar (Programa de Voluntariado Paranaense de Pontal do Paraná) recebeu à visita de alunos do 5º ano da Escola Anita Miro do balneário de Ipanema para conhecerem um pouco melhor o trabalho desta instituição.

     

    Todos os quintos anos da rede municipal estão visitando o Provopar desde 02/05 e as visitas irão até o dia 08/06, acontecendo toda as segundas, terças e quartas-feiras semanalmente.

     

    Os alunos foram divididos em grupos e tiveram contato com três importantes oficinas que o Provopar oferece para a população:

     

    PROJETO RETALHANDO

    - CONFECÇÃO DE TEAR DE PAPELÃO USANDO RETALHOS DE TECIDOS

    As crianças tiveram acesso a um tear feito de papelão que além de ser prático, representa uma forma de colaborar com a sustentabilidade.

    Desta forma foi possível explorar a criatividade dos pequenos e causar uma consciência ambiental neles, pois o material que seria descartado, acaba virando lindas peças de artesanato.

    A instrutora do Projeto Retalhando, Francisca Moura Kaminski, responsável pela oficina de tear com papelão, ressaltou a importância do projeto: “Procuramos ocupar as mulheres que estão em situação de vulnerabilidade social. Muitas mulheres vêm para ocupar o seu tempo e aprender a fazer os artesanatos para gerar renda”.

     

    CONFECÇÃO DE BONECAS DE PANO COM RETALHOS (PROJETO RETALHANDO):

     

    Nesta oficina os alunos experimentaram como fazer bonecas de pano. E aprenderam que existem famílias que vivem disso graças às oficinas do Provopar.

    As crianças ficaram maravilhadas com a beleza das bonecas. E adoraram poder criá-las, prestando muita à atenção no que ensinava a professora.

    A instrutora do Projeto Retalhando, Ana Massaneiro, responsável pela Oficina de Bonecas de Pano, comentou sobre a visita:

    “Nas bonecas do Projeto Retalhando nós usamos os retalhos que iriam como descarte para o meio ambiente. Desde o tecido pra fazer o corpinho da boneca como o colorido pra fazer a roupinha.

    Damos preferência para aquelas pessoas que precisam de ajuda de custo na família e que não podem trabalhar fora. É um modo de gerar renda. Uma bonequinha bem feitinha vale muito. No momento estamos com 15 alunas. Elas fazem um mês de oficina e quando querem continuar fazemos um módulo mais avançado, daí elas também ajudam como voluntárias para ensinar”.

     

     

    - CURTUME DO COURO DE PEIXES:

     

    A instrutora do Curtume e Artesanato do Couro do Peixe, Ana Maria Almeida, ensinou aos estudantes sobre o processo, mostrando todas as etapas e os equipamentos usados para este trabalho. Inclusive o resultado final, onde o couro é utilizado para desenvolver várias peças de artesanato: pulseiras, brincos, colares, bolsas, arcos de cabelo, chaveiros, capas de caderno e até tênis.

     

    “Eu já trabalhava com artesanato, mas quando conheci o couro do peixe me apaixonei pelo projeto e faz 10 anos que estou nele. A ideia dos alunos estarem aqui é para que eles levem para casa, a fala e o conhecimento do que viram aqui, para que o município conheça o projeto.

     

    Nós temos o curtimento do couro de peixe por um grupo de trabalho coletivo e depois transformamos em peças de artesanato”.

     

    A professora Carla Gouveia Costa é a responsável por um projeto do município chamado: “Conhecendo Pontal sob o Olhar Caiçara”, que visa mostrar aos alunos toda a cultura Caiçara (tradicional do nosso município). Ela contou como a pele dos peixes são conseguidas, como são armazenadas e como viram o couro mostrando aos pequenos ele já colorido em seu processo final, pronto para virar artesanato. Desenvolveram  com a orientação da instrutora Ana um mosaico com a colagem de retalhos do couro, em um molde em formato de peixe, que as crianças amaram.

     

    “O projeto procurou lugares que nós pudéssemos levar as crianças para que conheçam a identidade do nosso município. Pois infelizmente a cultura caiçara foi esquecida e agora estamos muito felizes, porque estamos trazendo as crianças ao Provopar, onde tem esse curtume do peixe, que remete a tradição Caiçara. A Prefeitura nos dá o suporte necessário: ônibus, lanche, organização e coordenação do projeto.

     

    Nessa gestão tivemos um apoio muito importante, porque ele não ficou somente um trabalho escolar, é algo que está sendo amplamente divulgado, estamos participando de fóruns, vários eventos, palestras e a mídia está divulgando nosso trabalho.

     

    Aqui é o primeiro lugar que estamos trabalhando com o peixe marinho, um projeto inovador. São anos e anos de trabalho, com pessoas muito técnicas. E conscientizar os pais desses alunos sobre a importância desse cuidado com o couro do peixe, aliás muitos são filhos ou netos de pescadores, então é um trabalho super importante”.

     

    A presidente do Provopar, Simone Rocha, comentou sobre a importância da visita: “O encontro destas crianças nos possibilita a divulgação dos projetos do Provopar, para que eles levem ao conhecimento das famílias o que nós desenvolvemos, qual nossa missão, qual o trabalho que realizamos com as famílias carentes para mudança da qualidade de vida deles, gerando renda. As crianças estão se apaixonando e ajudando a divulgar nossa proposta de trabalho”.

     

    Quer participar das oficinas? Então fique ligado:

     

    Oficinas de Bonecas de Pano e Tear em Papelão:

     

    Todas as segundas-feiras das 14h às 17h no Provopar.

     

    Oficinas do Curtume do Couro do Peixe:

     

    Entre em contato com o Provopar para saber as datas.

     Outras Notícias